ATÉ HOJE JÁ TIVEMOS MAIS DE 400 MIL CONTATOS

domingo, 7 de dezembro de 2014

UM JEITO PARA NOSSO FUTEBOL

Mais uma vez o futebol baiano está na segunda divisão do futebol brasileiro, mas desta vez é diferente de outras ocasiões. Temos um dos melhores estádios do País digno dos maiores espetáculos desse esporte, ou seja, é um palco para receber os maiores clubes, consequentemente, os maiores craques que estejam em ação. Contrariamente, por cerca de um ano, a Fonte Nova, chamada agora de Arena, irá receber, por exemplo, o Arapiraca e assemelhados. Rigorosamente, estaremos assistindo a espetáculos de segunda categoria, os mambembes da vida.


Os especialistas do esporte chamado beltrão tentam iludir o público convidando-o a comparecer ao estádio de qualquer maneira com conhecidas manchetes de que Bahia e Vitória precisam voltar à Primeira Divisão e que para tanto o público precisa comparecer em massa ao estádio, como se nada tivesse acontecido.
Claro que todos estão a defender seus salários nas emissoras e jornais e em alguns casos até o seu próprio emprego, essa é a verdade.
Compreende-se a situação, mas concomitantemente seria necessária a abertura de uma campanha junto ao público de um modo geral incitando-o a colaborar efetivamente com os clubes tornando-se sócio contribuinte como acontece com os clubes da Europa, mesmo de São Paulo, clubes esses que chegam a ter perto de quinhentos mil sócios.
Mas na Bahia é diferente. Não há essa conscientização. É de todos sabido. Então que se use o pagamento obrigatório, ou seja, em cada ingresso vendido, cobrar-se-ia uma taxa fixa de 5 reais destinada a cada clube como sendo uma contribuição associativa de cada torcedor.

Seja qual for a renda, essa taxa seria sagrada e repassada todos os meses a cada clube dispujtante.

Nenhum comentário:

Postar um comentário