ATÉ HOJE JÁ TIVEMOS MAIS DE 400 MIL CONTATOS

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

FESTAS DA BAHIA- DIA DO SAMBA

Vão começar as festas da Bahia e quando se fala assim, estamos nos referindo às festas de Salvador. É que antigamente, o povo de outras localidades da própria Bahia dizia quando ia a Salvador que “eu vou à Bahia”, como se estivesse em outro estado. A coisa pegou e se estendeu ao calendário de festas – em vez de festas de Salvador, diz-se com mais gosto – festas da Bahia, o que parece mais tradicional.

Já no dia de hoje (2/12) comemora-se o Dia do Samba, instituído pela Lei 1543/63 da autoria do vereador Luiz Monteiro Costa e referendada pelo Poder Executivo pela Lei 352/2011.


Ao longo dos anos especulou-se que o Dia do Samba teria sido uma homenagem ao compositor Ary Barroso quando esteve em Salvador a primeira vez, ou seja, em janeiro de 1929 quando ainda não era famoso ou em 1956, quando já era conhecido como autor da famosíssima música Na Baixa dos Sapateiros.

Em verdade, havia motivos mais fortes para a criação do dia, por exemplo, foi aqui que surgiu o samba, trazido pelos escravos. Também aqui ele se desenvolveu. Foi para o Rio de onde se expandiu para o mundo. Só fazemos uma ressalva: as baterias das escolas de samba estão muito apressadas. O samba está correndo; está parecendo uma marcha.É preciso cadenciá-lo melhor, senão ninguém vai entender mais nada.

Em verdade, acredita-se que se tenha escolhido o dia 2 de dezembro por simples casualidade। Uma mera escolha.Uma adequação. O seu idealista deve ter pensado que 4 de dezembro já era Dia de Santa Bárbara; logo após, em 8 de dezembro, comemora-se o Dia de Nossa Senhora da Conceição da Praia: mais adiante, ficaria muito próximo do Natal. Então que seja 2 de dezembro, principio de um mes de festas, aliás, de um periodo de festas.

Já de relação a uma referência que ligue a data a alguma efeméride ligada ao próprio samba, ao sambista, à música de um modo geral, também não tinha como.

Por outro lado, a ligação da data com o santo do dia como é de costume se fazer, também não se justificava. Nesse dia, a Igreja Católica comemora o dia de São Cromácio, bispo de Aquiléia na Itália. O homem foi incansável defensor da doutrina e evangelização dos povos. Já foi muita coisa! Menos do samba!


De relação aos cariocas, a data de 2 dezembro também é o Dia do Samba, porém a sua efetivação deu-se em 1964, um ano após à lei do vereador baiano. É da autoria do deputado estadual Frota Aguiar e nas justificativas faz alusão à data anual do inicio dos ensaio das escolas de samba, definida pela Confederação Brasileira das Escolas de Samba.

E como a data é comemorada na Bahia e no Rio de Janeiro?

Na Bahia, com o tema “A cidade vai cair no samba”, foi realizada neste domingo (28), desde às 14 horas, a V Caminhada do Samba, com saída no Campo Grande em direção à Praça Castro Alves. Já na noite do dia 2 de dezembro, na Praça Municipal (Centro), acontece a 39ª edição do Dia do Samba, com grande show do cantor e compositor Moraes Moreira. O homenageado do evento este ano será Adoniran Barbosa, o Poeta do Bixiga.


Já no Rio destaca-se O Trem do Samba. Nesse dia, pelo décimo sexto ano consecutivo, o trem do samba, partirá da Central do Brasil, com destino ao subúrbio de Oswaldo Cruz, na zona norte da cidade, A festa vem crescendo a cada ano e o trem, na verdade, já não é mais um. Nesta edição, serão cinco composições, cada uma com capacidade para mil passageiros, com saídas sucessivas entre as 16h e as 19h de sábado.

. Viaja todo mundo sanbando ao som de vários conjuntos musicais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário