ATÉ HOJE JÁ TIVEMOS MAIS DE 400 MIL CONTATOS

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

COSTA AZUL

É de se pensar que o nome da localidade de praia denominada Costa Azul adveio da beleza incontestável dessa parte de nosso litoral. Uma costa azul, de um mar azul, essas elogiosas referências.

Em verdade, contudo, o nome adveio da construção de um clube na beira do Rio Camurujipe que ali se curva antes de desembocar no mar.



Certamente que a construção desse clube foi precedida pela melhor das boas intenções, no entanto os seus responsáveis não atentaram pelas péssimas condições das águas do rio que ali corre, bem próximo, exalando um cheiro insuportável. E os sócios foram se afastando e o clube teve que fechar. Foi abandonado e em seguida saqueado pela população pobre das proximidades. Levaram até as janelas. Restou uma estrutura carcomida que marcou durante muito tempo o local.

Diz-se que a consolidação do nome Costa Azul deu-se no ano de 1974 quando um condomínio nas proximidades, de nome Pedra de Allhá I, (com dois L) resolveu adotar o nome de Condomínio Costa Azul.

Há quem afirme que, anteriormente, a praia em frente era denominada de Chega Nego por que ali desembarcavam os escravos que vinham da África e os mesmos ficavam alojados numa senzala próxima, onde hoje funciona o Restaurante Yemanjá.

Em verdade, contudo, a Praia do Chega Nego é a atual Praia de Armação que tem esse nome por que ali se “armavam” as redes para serem puxadas a partir da praia. Para tanto, eram necessários mais de 100 homens, 40 deles no mar e o restante em terra. Geralmente as redes possuíam mais de 1000 metros.













Costa Azul - Visto do alto

A seguir apresentamos a sequência de um grande plágio, desde o de origem baiana no Parque Costa Azul até os das Olimpíadas do Rio de Janeiro. A obra do francês Henri Matisse, marca da entidade filantrópica norte-americana Telluride Foundation, foi desfarçada com algumas modificações que não convenceram a ninguém.

No caso das Olimpiadas do Rio, o Brasil tem tanta coisa que as pessoas poderiam se inspirar e foram logo escolher uma obra tão conhecida. É de se lamentar. Mas, ainda está em tempo de anular o concurso de escolha e abrir um outro para o bem da legalidade das coisas. (Parece que já foi anulado- inserção feita posteriormente)



Pelo que se nota acima, o símbolo das Olimpiadas do Rio mais parece um plágio do "plágio" do Carnaval baiano. Tabelou de um lado para outro.















2 comentários:

  1. Meu caro bloguista (ou seria blogador, ou blogeiro...? não importa!).
    A verdade sobre a denominação "Costa Azul" para o bairro que hoje assim é conhecido, se deu de fato como está relatado no Wikipédia e que pode ser conferido no link abaixo.
    http://pt.wikipedia.org/wiki/Costa_Azul_(Salvador)
    Forneci essas informações à AMOCA, Associação dos moradores daquele bairro, por estar presente na reunião de instalação do condomínio para o edifício Pedra de Allah, sendo eleito como o primeiro síndico. Entre os condôminos houve o consenso de evitarmos relação com o STIEP, um conjunto residencial ligado ao sindicado de petroleiros, além de encurtar sim o nosso endereço que à época seria assim: "Loteamento Ampliação Cidade da Luz, Rua A, lote 8 quadra 31 ed. Pedra de Allah ap. 101" . Ninguém merecia tal endereço e então resolvemos simplificar. Ficou sendo então: "Rua dos Maçons, lt. 8 qd. 31, ap. tal - Bairro Costa Azul". O Clube Costa Azul já era para nós um ponto de referência, pois para quem quisesse nos visitar bastava que disséssemos "Quando chegar na ponte do Jardim de Allah, logo vai ver um prediozinho amarelo atrás do Clube Costa Azul", pois era o único que se avistava desde a orla. No caso a Rua "A" passou a ter o nome de Maçons, um pequeno clube nas proximidades e tempos depois foi oficializada como Dr. Bureau em homenagem a um médico morador de nossa rua. Para "treinar" os carteiros inicialmente enviamos várias correspondências, uns para os outros e a coisa pegou. O Clube Costa Azul e o Hotel anexo, funcionaram muito bem até fins da década de 1980, quando houve uma aceitação de associados não muito "sociáveis" e a coisa degringolou, mas isso já é outra história.
    Aí está meu caro blogador, pequena colaboração para melhor ilustrar a referência ao Bairro Costa Azul.

    ResponderExcluir
  2. Do próprio autor: Excelente a sua informação. O Dr. Bureau é o mesmo que tinha um consultório na Rua da Misericórdia? Tenho interesse em saber. Tentei fotografar o seu prédio, mas não consegui localizá-lo. Agora, com suas informações, ficou mais fácil. A intenção é ilustrar ainda mais a postagem.

    ResponderExcluir