ATÉ HOJE JÁ TIVEMOS MAIS DE 400 MIL CONTATOS

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

SUBÚRBIO FERROVIÁRIO DE SALVADOR – 10 PLATAFORMA QUERIDA

Uma das localidades mais queridas do Subúrbio Ferroviário é Plataforma, talvez pela proximidade que aos olhos oferece. Da Ponta da Penha, vê-se Plataforma com todo seu verde num mundo cor de barro como é, efetivamente, hoje, grande parte dessa parte da cidade.

Na Enseada dos Tainheiros dois locais ainda permanecem com sua vegetação natural: a Ilha dos Ratos e Plataforma. Aquela, é sabido, é protegida pela Marinha do Brasil. Seria também Plataforma proteção dessa entidade militar? Possivelmente!

O fato é que, ao lado do conjunto de casas como incrustado no morro, destaca-se magnífico o Morro do Cruzeiro. Sim, antigamente existia uma Cruz de madeira no alto do Morro. Em 1953, quando da invasão dos Alagados do Porto dos Mastros, levaram-na. Suas partes compuseram alguma palafita instalada neste espaço.



Plataforma vista da Ribeira


Plataforma

Existe quase uma polêmica sobre o significado do nome Plataforma. Vamos começar com os dicionários. Estes apontam duas interpretações:

1) Plataforma – Parte plana das estações ferroviárias para embarque e desembarque de passageiros.
2) Plataforma – estrado de onde se lança foguetes e outros projeteis.

A primeira das interpretações cai como uma luva na localidade. Plataforma é toda morro, menos uma “parte plana onde embarca e desembarca passageiros”. Pode ser por aí.

A segunda diz respeito a uma “plataforma onde se lança foguetes e outros projeteis”. A seu favor, diz-se ter existindo no local uma fortaleza e, naturalmente, seus projeteis.

Efetivamente, da relação de fortificações existentes na Bahia antiga, há citações de que havia uma fortaleza na Ribeira por volta do século XVI. Dentro da Ribeira, não há cabimento técnico! Já em Plataforma existe grande possibilidade, devido a sua localização estratégica, na entrada do Canal dessa Ribeira.

Fala-se, inclusive que a antiga Fábrica São Braz, aproveitou as fundações da pressuposta fortaleza e se instalou em cima. Prático e seguro!


Fábrica São Braz - Ruínas

Plataforma era uma fazenda de um marinheiro português chamado Antônio de Oliveira Carvalhal. Sua fundação data de 16 de abril de 1638, dia em que o príncipe holandês, Maurício de Nassau, desembarcou na praia.

Fala-se também que 1823 os portugueses bombardearam Plataforma. Se isto efetivamente aconteceu era porque o local estava ocupado por inimigos, muito provavelmente holandeses.

Apesar de todos esses acontecimentos, a estação ferroviária de Plataforma não tem o seu nome. Chama-se Almeida Brandão. Era um fazendeiro e teria construído no local uma usina por volta de 1851, transformada depois na Fábrica São Braz. Decorria o ano de 1860, justamente o ano da inauguração da ferrovia Calçada-Paripe. Hoje, pensa-se instalar uma marina no local. Um bom destino! Plataforma vai ficar rodeada de iates e catamarãs por todos os lados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário