ATÉ HOJE JÁ TIVEMOS MAIS DE 400 MIL CONTATOS

quinta-feira, 28 de março de 2013

NOVO AERO CLUBE

Segundo noticias veiculadas na imprensa, a Prefeitura irá demolir o Shopping Aero Clube e o faria com uma implosão. A ideia, sem dúvida, é não ficar nada do que existia antes, como que apagando da memória dos baianos o “monstrinho” que era antes.
Em verdade, os caras tiveram tudo para fazer uma obra magnífica à beira-mar e esqueceram-se disto,  aliás como já é comum em nossa cidade. 
Desde tempos imemoriais, os nossos governantes, arquitetos, engenheiros e mais quem for responsável pelo assunto, deram as costas para o mar. Por toda a cidade, o mar está escondido atrás de alguma construção.
Vejam, por exemplo, a Cidade Baixa. Desde os armazéns do Porto de Salvador até a Boa Viagem não se vê o mar. São grandes armazéns e depósitos. Quando casas, têm o fundo voltado para ele e a frente para as ruas de acesso.
Até lugares considerados de luxo, como o Corredor da Vitória, há dez ou 15 anos atrás, todas as residências tinham o fundo voltado para o mar e a frente para a avenida.
Segundo a imprensa, os proprietários  ou concessionários do espaço onde ainda está o shopping, tiveram a concessão prorrogada até 2056. Deverão construir outro shopping.
Esperamos que, desta feita, saibam aproveitar melhor o local que é magnifico, junto ao mar. Ali tem um banco de corais repleto de peixes. Fica a 50 metros da praia. Fizemos diversos mergulhos nesse local.  Em terra ainda existia o antigo Aeroclube.




Antigo Aero Clube de Salvador

Shopping Aero Clube


Que tal, por exemplo, fazer a Praça de Alimentação voltada para o dito mar. Grandes janelões de vidro, tendo o mar como painel. Nada mais. E um painel múltiplo. Dias existirão de uma tranquilidade imensa e misteriosa – o mar estará calmo; noutros de uma beleza grandiosa – o mar estará bravio.
Tem mais em relação à praia em frente. Desse lado, poderá ser feito um centro gastronômico e de lazer com suporte técnico/material para os esportes de areia e de mar. Centenas de guarda-sol  com cores determinadas, como agora está se fazendo no Rio. Um bom estacionamento ao lado. Enfim, a ideia é o shopping explorar para si aquele pedaço de praia. Na China já existe isto. Os caras até pagam para entrar. Em nosso caso, temos que ir devagar.
Já em terra, ao lado do shopping em si, que tal se fazer um grande parque de diversão, mas um parque de verdade com uma “montanha russa”  de fazer o cara gritar sem querer; ao lado uma imensa “roda gigante”,  parecida com aquela de Londres e outras tantas em grandes cidades. Falamos: "parecida".


A London Eye é a terceira maior roda gigante do mundo e um dos pontos turísticos mais disputados de Londres. Ela possui 135 metros de altura e serve como um observatório da cidade. Foi construída para a celebração da virada do milênio e tinha um tempo de existência pré-programado de cinco anos. Porém, assim como a Torre Eiffel, de Paris, que também seria desmontada mais tarde, a London Eye tornou-se um marco para Londres e já faz parte da história como um grande monumento enraizado na paisagem da cidade
 Foi muito vista durante a transmisão pela TV das últimas Olimpíadas.

RODA DE FERRIS ORIGINAL, às vezes também conhecida como a roda de Chicago, foi aberta ao público em 21 de junho de 1893 na Exposição Universal de Chicago (1893), Feita para rivalizar com os 324 metros da Torre Eiffel, a peça central da Exposição Universal de 1889, foi a maior atração dessa esposição. Ela tem uma altura de 80.4 metros.


A Singapura Flyer, a maior roda gigante do mundo desde 2008
Estamos ilustrando essa postagem dessa maneira, para não se pensar que  estamos sugerindo “brincadeira”, um simples Parque de Diversão mambembe. A coisa é séria. Por exemplo, a Roda Gigante de Londres é a maior atração turística da cidade. Durante as transmissões das últimas Olimpiadas, ela era sempre destacada.
Mas se torna caro construir algo assim.  Concordamos, mas um empreendimento como este tem condições de levantar a grana. As empresas estão ai para  as grandes e novas ideias.
Tem mais para o nosso novo “aeroclube”. Que tal fazer um  Oceanário  que nem o de Aracaju. Este já não é tão caro.
Oceonário de Aracaju - Sergipe
Vista panorâmica
Ah! E o shopping em si? Não deve ser mais um shopping qualquer. Tem que ser de alto nível. Não adiante fazer “qualquer coisa”. Os melhores shoppings de Salvador são de alto luxo. O povo gosta de luxo, já dizia Joãozinho Trinta.  Quem não gosta? Se não for assim, o pessoal que gasta e sustenta os índices de venda não se desviará dos atuais shoppings.


Shopping Iguatemi
Shopping Barra
Salvador Shopping




Nenhum comentário:

Postar um comentário