ATÉ HOJE JÁ TIVEMOS MAIS DE 400 MIL CONTATOS

sábado, 21 de junho de 2014

SALVADOR COMEÇA A VIRAR A FRENTE PARA O MAR

Foi inaugurada a nova estação de passageiros do Porto de Salvador. Belíssima! Ainda faltam os espaços laterais que permitirá a visão do mar após mais de 100 anos, mais precisamente 108 anos.

O entorno

Ao vivo- Quase toda em vidro- Reflete os prédios em frente

Desde então, Salvador virou às costas para o mar. Esse processo começou justamente com os armazéns do Porto numa extensão perto de dois quilômetros.

Os armazéns do Porto


Em seguida, tínhamos a Feira de Água de Meninos e logo após a de São Joaquim quando aquela se incendiou. Também encobriam o mar.

Espaços da antiga feira de Água de Meninos e a atual feira de São Joaquim em frente ao mar

Av. Luiz Tarquinio- Colégios, Abrigo, Fábricas e casas encobrem o mar. A frente voltada para a avenida e os fundos para o mar. 

Dando sequência à “brincadeira” de esconder o mar, eis que alcançamos a Calçada e à rua que deu nome à estação – Barão de Cotegipe ou Rua da Calçada. 
Rua Barão de Cotegipe

Chegamos a Roma, e ainda não se vê o mar. Está atrás dos casarões fábricas e depósitos  da Av. Luiz Tarquínio.

Por fim, ele só nos chega aos olhos na Boa Viagem, desde o largo com esse nome até o Forte de Monte Serrat.

Boa Viagem

No mundo deve ter milhares de cidades que gostariam de ter o mar como cenário. Salvador o tem e o escondeu durante séculos. Aliás, continua escondendo na sua maior parte. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário