ATÉ HOJE JÁ TIVEMOS MAIS DE 400 MIL CONTATOS

segunda-feira, 27 de maio de 2013

O INFERNO DE DANTE E OS GAROTÕES DO CRIME


Diante do que estamos vendo nos órgãos de imprensa, a sociedade brasileira está assustada com a onda de crimes cometidos por menores de 18 anos. Os “meninos” estão se tornando até  chefes de quadrilhas fortemente armadas ou o crime organizado está se servindo desses adolescentes como escudos para as suas ações.
Quando pegos pela polícia, esses menores ficam recolhidos por três curtos anos em instituições de “recuperação”, instituições essas que não recuperam nada, muito pelo contrário, os garotões saem de lá piores do que já eram.
Recentemente, num canal de TV, dois desses menores sendo entrevistados, foram claros em suas pretensões futuras após cumprirem o período de afastamento da sociedade. Disse um deles: “quando eu voltar tenho seis para matar e  disse os nomes das suas futuras vítimas”. Um horror! Em seguida, o reporter ao notar uma determinada tatuagem em seu corpo indagou: - O que significa essa tatuagem? Essas marcações? “Ai o “menino” foi categórico na sua resposta: -” cada marcação desta representa alguém que já matei. À medida que for matando retorno ao profissional amigo meu e faço o acréscimo”.  Incrível!
Tatuagem da morte!
O inferno de Dante
Diante de uma situação como esta, todas as pessoas que tem o poder da palavra seja ela como for, tem a obrigação de alertar as autoridades sobre esta calamidade do menor criminoso. Este blog, por exemplo, que trata de história de uma cidade, mas que alcança muita gente, tem a obrigação de tratar do assunto e pedir às autoridades desse país uma solução para o caso. Todos sabem qual é: a diminuição da maioridade penal para 16 ou mesmo 14 anos, como já é em muitos países.
A situação é absolutamente clara e evidente. Não se pode mais aceitar esta impunidade. Está na hora de uma providência imediata dos poderes públicos.
Há uma enorme incongruência  nesta questão. O garotão infrator pode votar até para Presidente da Republica e não pode ser preso porque matou às vezes até o pai e a mãe, isto é, pode referendar o nome de uma pessoa que vai dirigir esse País, mas não entende que matar as pessoas que o gerou é a coisa mais hedionda que possa existir na face da terra. É uma barbaridade inconcebível. É contra tudo e contra todos, é contra Deus! É o inferno de Dante!

Nenhum comentário:

Postar um comentário