ATÉ HOJE JÁ TIVEMOS MAIS DE 400 MIL CONTATOS

domingo, 8 de dezembro de 2013

ACESSO FÁCIL ÁS RUAS DO SHOPPING OU SORTEIO DE CARROS - EIS A QUESTÃO!

Estamos crendo que as ruas internas do Shopping Barra se não lhe pertencem por força de lei de posse das áreas em torno, pelo menos são administradas por ele, até mesmo por questões de segurança.

Isto vem a propósito do aumento do seu uso por proprietários de veículos que moram na Barra ou mesmo em outros bairros que circulam no bairro.

Em razão das obras da Avenida Oceânica, trecho  da Praia do Farol, os carros precisam dar uma volta “imensa” pela Visconde de Caravelas, alcançar o Porto da Barra, passar por um trecho já em obras nas imediações do Hospital Espanhol, alcançar a Marques de Leão (ou é Marquês de Leão?); dobrar a Miguel Burnier (Rua da Perini da Barra) e alcançar a Rua Airosa Galvão que desemboca no Cristo e daí prosseguir viagem, por exemplo, para Ondina , Rio Vermelho, etc.
É uma “volta” de quase dois quilômetros

 (RUA MARQUES DE LEÃO) Bem a propósito, todo mundo confunde o nome dessa rua. Em verdade, a grande maioria chama-a de Rua Marquês de Leão. Este marquês nunca existiu. Em verdade a rua é uma homenagem ao Almirante Joaquim Marques Batista de Leão que foi Ministro da Marinha nos anos de 1904 a 1905.

Almirante Marques de Leão

Mas voltando ao nosso périplo da Barra, tudo isto poderia  ser evitado se os carros vindos pela Frederico Shimdit subissem o acesso ao Shopping Barra e contornando o mesmo sairiam na Av. Centenário e por ai alcançando rapidamente a Airosa Galvão.


Em traço amarelo, o cidadão sai do Super-Mercado do Chame-Chame e alcança a Rua B. de Shimidt obrigatoriamente. Logo a seguir, cerca de 100 metros está uma das entradas do Shopping  Barra. Sobre a mesma e após contorná-lo alcança fácil a Av. Centenário.Rapidinho! Coisa de um quilômetro se muito. 

Já em traço vermelho, um outro cidadão segue em frente, passa pelo Jardim Brasil, vira à esquerda na Rua Belo Horizonte e alcança obrigatoriamente à Rua Marquês de Caravelas. Segue pela mesma e desemboca na Av. 7 de setembro do Porto através a Rua Barão de Itapuã onde está a Associação Atlética da Bahia; vira a esquerda obrigatoriamente, passa pelo Hospital Espanhol, Cabana da Barra e alcança a Rua Alm. Marques de Leão; vai até o seu final e no Posto Alameda, vira a direita (Rua Miguel Burnier) até alcançar a Centenário ou a praia pela Rua Airosa Galvão. São dois a três quilômetros, ou seja, 200% a 300% a mais.  

Mas o que faz a direção do Shopping. Afora os horários de funcionamento do mesmo, fecha esse acesso com barreiras impeditivas como que dizendo: . “Ninguém passa por aqui”. “Se querem moleza, procure outro lugar”; “isto aqui é particular”.

Aqui ninguém passa

De principio, não é tão particular assim;  as nossas leis dão oportunidade para várias interpretações. Fala até das origens do terreno, no caso, como o shopping começou:  era um morro, onde até numa certa ocasião uma onça se escondeu. Demoliram  o dito cujo  e surgiu um enorme descampado. Tinha as dimensões de um campo de futebol. No intermeio, a criançada andou fazendo uns babas  Neste espaço foi construído o shopping, depois aumentado em anos recentes.

Após as últimas modificações surgiram as tais das ruas que lhe dão acesso às suas garagens e lojas, mas também oferece opções de tráfego de veículos para alcance de determinadas ruas e avenidas como vimos.

Como se disse acima, é duvidosa a restrição que o shopping impõe e determina, mas independentemente de ser legal ou não, é sobretudo, antipática.

Sem dúvida nenhuma, as pessoas que tentam acessar esses caminhos que diminuem as distâncias, na sua grande maioria, são clientes do shopping. Sem eles não ter-se-iam as lojas e demais atrativos que o shopping possuem. Não é mesmo senhora ou senhor de marketing da organização?

Em nosso entendimento, aprofundando um pouco mais a questão, ele marqueteiro(a) está perdendo uma grande oportunidade para ganhar uns pontos de simpatia dos clientes em referência. Exemplo:" O Shopping Barra ajuda na circulação de pessoas na Barra". Uma boa propaganda melhor que a de oferta de carros que só uma pessoa será ganhadora. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário