ATÉ HOJE JÁ TIVEMOS MAIS DE 400 MIL CONTATOS

terça-feira, 16 de abril de 2013

O ATENTADO DE BOSTON




Foi terrível o atentado terrorista como este que acabamos de ver ao vivo em Boston, nos Estados Unidos. Em meio ao desenrolar de uma maratona com corredores de todo o mundo, mais precisamente trinta mil participantes, eis que duas bombas são denotadas onde se encontravam pessoas assistindo a chegada dos corredores. O impacto foi tão grande que, os estilhaços atingiram corredores no meio da pista. Para completar o estrago, uma terceira bomba foi detonada na Biblioteca da cidade, situada no trajeto da corrida. Que pretendiam os autores desse atentado ao escolher a biblioteca como um dos alvos? Apagar a história da cidade ou simplesmente, após a colocação dos dois artefatos na chegada da prova, reuniram-se no local  - certamente pediram livros para ler de mentirinha e ao saírem deixaram a bomba em  baixo da mesa.
À principio, as autoridades americanas, a imprensa de modo geral, quase todo mundo, estão achando que esse atentado não tem nada a haver com aquele de 11 de setembro. Teria outra conotação.
Não pensamos assim. Consideramos que tem a mesma fonte de mando. Mas o atentado das torres foi mais impactante! Não fariam algo menor! Teria que ser maior. Talvez implodisse a Estátua da Liberdade ou o Empire State Building!
Se analisarmos com mais atenção essa ação, ela foi muito mais ardilosa e sagaz que o atentado anterior. Participavam da maratona atletas de todo o mundo, logo, tinha um caráter universal e estava sendo transmitida pela televisão. Quando seus autores escolheram os lugares para a colocação das bombas, não tiveram dúvida que o funil de chegada era o lugar ideal As câmaras estariam sempre voltadas para esse local. Bandidões! Ardilosos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário