ATÉ HOJE JÁ TIVEMOS MAIS DE 400 MIL CONTATOS

segunda-feira, 19 de maio de 2014

HISTORIA DA FEIRA DE ÁGUA DE MENINOS


Acima temos uma imagem do local onde funciona hoje a Feira de São Joaquim. Como se sabe, anteriormente, funcionava nas proximidades a famosa Feira de Água de Meninos. Sinalizamos o espaço que ela ocupava nas  proximidades da Igreja do Santíssimo, ou seja, bem próximo da  Avenida Jequitaia onde se situa o templo.
A Feira de Água de Meninos

Como se disse uma de suas extremidades se aproxima da bela igreja, hoje abandonada.  Pedimos especial atenção para a penetração do mar bem ao maio da feira. Os saveiros vindos das ilhas e do Recôncavo ancoravam nas proximidades. Abastecimento perfeito! Chamamos especial atenção para a Avenida Jequitaia toda arborizada.

O ancoradouro com mais detalhe- Os belos saveiros e ainda a bela Igreja. Hoje ela só tem uma torre.


Formação da feira
 Mas vamos retroceder no tempo, possivelmente entre 1920 e 1930. Ainda não existia a famosa feira. Um aglomerado de barracas se formava todos os dias em frente ao armazém 7 das Docas. Na parte da tarde eram desarmadas. Do outro lado, junto ao morro, ficava o bairro do Pilar. Sim! Esse mesmo Pilar que hoje é puro destroço, uma ruína de belos casarões e ex-prósperos trapiches. Na área tinha pelo menos uns 100; outros 350 se espalhavam até a Preguiça.

Foi esta feira que deu origem a Feira de Água de Meninos. A Prefeitura e as Docas da Bahia não viam com bons olhos essa pequena feira. Todos os dias a rua tinha que ser lavada, mas sempre ficava um ranço, até que um dia ela foi proibida. 

Os feirantes não se deram como vencidos. Nas proximidades, à direita, havia um espaço enorme por onde passava a tubulação dos tanques de gasolina da Esso e da Shell. Mudaram-se para lá com uma vantagem a mais: não precisavam desarmar todas as tardes suas barracas. Apenas retiravam as mercadorias, mas com o tempo também essas foram ficando. Com a excelência do local, em pouco tempo o número de barracas se multiplicou por 10, por 100, por 1000.  Estava montada a grande Feira de Água de Meninos que um dia haveria de pegar fogo num dos maiores incêndios que esta terra já viu. Iluminou o mar. Foi visto de Mar Grande e Caixa Prego.


Nenhum comentário:

Postar um comentário