ATÉ HOJE JÁ TIVEMOS MAIS DE 400 MIL CONTATOS

domingo, 26 de agosto de 2012

SUGESTÕES E IDÉIAS AO NOVO PREFEITO


4ª PARTE – CONCEIÇÃO DA PRAIA

Ao tempo do Cônego Aquino Barbosa, grande pároco da Igreja da Conceição da Praia, a situação acima não permaneceria por muito tempo. Trata-se de um prédio vizinho à Igreja da Conceição da Praia; dele restou apenas uma das paredes laterais, justamente  aquela junto à igreja, ameaçando o grande monumento de nossa cidade.

Sem dúvida que o cônego tomaria uma providência enérgica e imediata. Iria até o fim do mundo para livrar-se do perigo.
Na falta do cônego, cabe à Prefeitura uma solução imediata, ou demolindo  o que restou do antigo prédio ou restabelecendo a sua estrutura. É uma das obrigações do futuro prefeito.
Para completar o quadro, do lado direito da igreja, subindo a Ladeira da Conceição da Praia, construíram um prédio cujas obras foram embargadas faz um bom tempo. É outro perigo, desta feita, ameaçando a outra lateral da igreja.
Para se ter uma melhor idéia, pelos espaços onde seriam as janelas, projetam-se vários tipos de plantas, algumas de algum porte. Naturalmente, os troncos e os galhos dessas plantas estão forçando  as paredes do prédio e a tendência é ele desabar, até com risco de vida de pessoas que circulam na área. Por outro lado, o aspecto é dos mais degradantes.
Outra demolição que se faz necessária é o conjunto de três prédios que sobraram no meio da Praça da Conceição,  ao tempo da construção da Avenida do Contorno.
.


Nos dois primeiros, igualmente desenvolve-se uma mataria das mais generosas. A impressão que isso deve dá aos turistas não é das mais agradáveis.

A situação não é pior na área porque do outro lado, funcionam as instalações da antiga Escola de Aprendizes de Marinheiro, sempre bem cuidada.
Chegamos a acreditar que o Comando Naval não deve gostar dessa vizinhança degradada. Não fosse a igreja, que também não está essas coisas  e, possivelmente,  a Marinha já teria tomado uma providência. Aliás, fica a sugestão. Uma intervenção militar.


Nenhum comentário:

Postar um comentário