ATÉ HOJE JÁ TIVEMOS MAIS DE 400 MIL CONTATOS

domingo, 6 de fevereiro de 2011

PRAÇA DA SÉ - 3

Como vimos na postagem anterior, a Praça da Sé é a caçula das praças do Centro Histórico de Salvador. Ela só foi construída em 1933/35, após a demolição da Igreja da Sé pelos “destruidores” do patrimônio público em nome do progresso. A mesma “inclinação” dos que destruíram a Biblioteca Pública na Praça Municipal, tiveram os que botaram abaixo a antiga igreja, a fim de marcar o solo do local com trilhos de bondes que não mais existem; desde que é um transporte superado na maioria das cidades do mundo.
Alegam uns que, em contra partida, fez-se a Praça da Sé que se tornou um grande terminal de bondes e, posteriormente, de ônibus.


O antigo terminal de ônibus da Sé


Também nem isto é mais! Em 1980 quando se construiu a Estação da Barroquinha, a Praça da Sé deixou de ser “terminal”. Graças! Olha como a coisa era feia. Sem ordenação. As filas no meio da praça. Os passageiros em constante perigo. Um caos!

Hoje está muito bonita. Alguém de bom gosto tratou de lhe dá um jeito. Tem até sitio arqueológico:


Arcebispado

Cine Excelsior


Ex-Circular da Bahia
Lateral da atual Catedrall









Um gato arqueológico? Não! Simplesmente um bichano que fez sua moradia em lugar bastante privilegiado.







Ai o turista desavisado depara-se com estes dois monstrengos: um do lado da praça, contrário ao da Catedral e o outro (em reforma) na lateral. Não é possível! Como é que deixaram construir estas coisas? Isto é que deveria ser eclodido e não a antiga igreja, bem como a biblioteca na Praça Municipal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário