ATÉ HOJE JÁ TIVEMOS MAIS DE 400 MIL CONTATOS

domingo, 9 de junho de 2013

COPA DAS CONFEDERAÇÕES - ARENA FONTE NOVA - SALVADOR - BAHIA - BRASIL


Claro que a Copa das Confederações tem muito a haver com a História da Cidade de Salvador. É a primeira vez que uma parte de uma competição internacional de futebol se realiza em Salvador. É um grande evento e como tal irá transformar grande parte da cidade: ruas interditadas, tráfego modificado, segurança super-reforçada por terra, ar e mar, hotéis lotados, festa em muitos lugares e como não podia deixar de ser, um novo estádio com o conforto e os recursos técnicos e tecnológicos das grandes arenas de todo mundo. Turistas dos países que irão jogar aqui estarão nos visitando. Serão bem recebidos. Voltarão encantados com o que a Bahia têm e oferece. Nos seus países não aconteceria a mesma coisa. Temos certeza disso. Lá é  uma recepção digamos bem educada. A daqui atinge os corações.


Arena Fonte Nova
Oportunamente, saibamos um pouco da história desse torneio intenacional:

O primeiro torneio realizado na Arábia Saudita foi realizado em 1992 e contou com a participação de 4 países (Argentina, Estados Unidos, Arábia Saudita e Costa do Marfim).
Em 1997, também realizado na Arábia Saudita, o torneio passou a ser chamado de Copa FIFA das Confederações.
A partir de 2005, A FIFA resolveu mudar a periodicidade da competição para 4 anos (sempre um anos antes da Copa do Mundo de Futebol). Passou a ter como sede o país anfitrião da Copa do Mundo de Futebol.
Oportunamente, igualmente, há que se fazer um parêntese sobre o ranking da Fifa das melhores seleções. A entidade internacional acaba de colocar o Brasil em 22º lugar. Não se compreende seus critérios de classificação à medida que se olha, por exemplo, os países vencedores das Copa das Confederações. O Brasil já foi campeão 4 vezes. Se tomarmos a Copa do Mundo, o Brasil é o único país com 5 copas vencidas. É penta campeão. Se verificarmos a composição da seleção brasileira atual, 14 dos seus integrantes foram campeões em seus respectivos clubes na Europa. Alguma coisa está errada nesse ranking. Diz-se que a Fifa analisa a questão com base nos últimos resultados. Mas que resultados? De jogos amistosos. É brincadeira. Sabe-se que a maioria deles é de teste e preparação para os grandes jogos, como os que agora vão ser realizados. Não deveria servir de parâmetro. Nunca! Achamos um desrespeito ao futebol brasileiro. Onde está  a Confedeeração Brasileira que não se manifesta? E não se diga que esta classificação pouco vale. Vale muito. Inclusive pode determinar as cotas a se pagar em jogos amistosos e outros. São milhões de diferença.
Por fim, há que se comemorar a decisão dos organizadores da Copa em permitir o acesso das "baianas de acarajé" ao estádio. Sabem que ia perder  com a proibição?  Os nossos visitantes. Voltariam para suas terra sem conhecer um dos quitutes mais famosos de todo o mundo. Seria uma pena e uma perda  gastronômicas. Um aviso: cai bem com uma cervejinha!
Acarajé para o mundo

Nenhum comentário:

Postar um comentário