ATÉ HOJE JÁ TIVEMOS MAIS DE 400 MIL CONTATOS

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

FITINHAS DO SENHOR DO BONFIM- DETALHE 8


Em novembro de 2009 escrevemos uma postagem sobre as fitinhas do Senhor do Bonfim. Diziamos: É um talismã muito significativo e prático no seu uso.


 
Deve ter inspirado a moda dessas pulseiras que procuram significar alguma coisa, pelo menos é precedente a qualquer uma delas.

A fitinha do Senhor do Bonfim tem uma significação importante desde que veiculada à devoção de um santo que todo baiano acredita ser milagroso. Veicula fé e esperança, ou seja, algo que se deseja e quem não deseja alguma coisa? Diz-se que ela foi criada em 1809 e era conhecida como “medida do Senhor do Bonfim” pelo fato de que media 47 centímetros de comprimento, que é exatamente a medida do braço direito da estátua do santo que se encontra no altar-mor da igreja.
 
Nesse tempo usavam-na no pescoço e nelas eram colocadas medalhas, e figas alusivas ao santo. Eram de seda e o nome do santo era bordado à mão por beatas que se postavam ao lado da igreja. De resto davam um acabamento com tinta dourada ou prateada. Comenta-se que a Irmandade quer reviver essa tradição.




Como dissemos, este foi o texto escrito naquela oportunidade. Em nosso entender, diz muito, principalmente o significado do tradicional amuleto. Faltou dizer as representações das cores. Sim! Cada cor refere-se a uma entidade do Candomblé. Fica mais exigente o ato da compra.


 
 














Verde(escuro ou claro): Oxossi
Azul claro: Iemanjá
Amarelo: Oxum
Azul escuro: Ogum
Colorido ou rosa: Ibeji(erê)e Oxumaré
Branco: Oxalá
Roxo: Nanã
Preta com letras vermelhas: Exu e Pomba gira
Preta com letras brancas: Omulu e Obaluaê
Vermelha: Iansã
Vermelha com letras brancas: Xangô
                         Verde com letras brancas: Ossain













Nenhum comentário:

Postar um comentário