ATÉ HOJE JÁ TIVEMOS MAIS DE 400 MIL CONTATOS

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

COMÉRCIO - 3

Quem passa pelo Comércio em direção à Calçada e outras localidades, via Rua Miguel Calmon, obrigatoriamente contorna a Praça Riachuelo, onde se encontra o tradicional e belo obelisco em homenagem ao feito
Praça Riachuelo

Rua Miguel Calmon

Ria Miguel Calmon - Detalhes

Mais detalhes

Mapa da região


Monumento Batalha do Riachuelo

Visão panorâmica do local

Pouca gente, entretanto, dá-se conta da importância dessa batalha; aonde foi realizada; seus participantes e outras informações de caráter histórico. As atribulações da vida não deixam espaço para essas reflexões. Se, por acaso, lerem esse blog , na próxima vez que contornarem o belo obelisco, poderão entender a sua importância e porquê está ali .
 
Foi inaugurado em 23 de novembro de 1874 e sua origem é francesa. É composto por pedra calcárea, bronze e ferro. Tem 23 metros de altura e um diâmetro de 27,60m.



No pedestal, há um grande medalhão de bronze no qual estão esculpidas as armas do Império. Do lado oposto, há outro medalhão, de onde se vêem as armas da Câmara Municipal, uma pomba a voar, tendo no bico um ramo de oliveira e ao redor da mesma o seguinte versículo bíblico:
Sic illa ad arcam reversa est.

Do lado sul está escrito:
No reinado de D. Pedro II, Imperador
Constitucional e Defensor Perpetuo do
Brasil, sendo Arcebispo da Bahia e
Primaz do Brasil o Conde de S. Salvador
e Presidente da Província o Desembargador
João Antonio de Araújo Freitas Henriques no
ano
MDCCCLXXII
Do lado norte:
Mandado erigir pelo corpo commercial
desta praça, representado pela sua
Diretoria em
MDCCCLXXII
Mais abaixo lê-se, a seguinte dedicatória:
OFERECIDO AO POVO BRAZILEIRO
Architecto, Delaporte, Fundidor, Leroux. As obras foram dirigidas gratuitamente pelo Engenheiro José Revault.
Batalha Naval de Riachuelo
11 de junho de 1865


Noutro ângulo
A coluna é de bronze, de estilo corinto, com um capitel dourado de onde saem oito volutas também douradas, sustentada por uma esfera, sobre a qual, numa atitude de vôo, vê-se o anjo da vitória, tendo em suas mãos uma palma e na outra uma coroa de louros, dourada em bronze.

(Volutas: ornato espiralado que remata os ângulos do capitel jônico)
 
 


 Elementos de uma coluna- O fuste é a própria coluna
 
Do capitel para baixo estão gravadas, em letras douradas, os nomes dos lugares onde ocorreram os mais importantes combates, na seguinte ordem:

M C C C C L X X I I
Riachuelo, Jatahy, Uruguayana,
Paraná, Estero Bellaco, Curuzú,
Corumbá, Pilar, Tagy, Tuyucué,
Timbó, Assuncion.

Da coluna desce um largo anel que sustenta 4 capelas de ouro e abaixo se lê a seguinte inscrição:


Aos voluntários da Pátria, Exercito
E Armada Imperial pelas victórias
Alcançadas no Paraguai.


Lado de terra:
Linhas de Rojas, Chaco, Humaytá, Tibicuary,
Angustura, Lomas Valentinas, Itororó, Piquis-
Syry, Villeta, Ascurra, Peribebuy, Caraguatay,
Aquidaban.

A base da coluna é composta por dois anéis de onde se prendem 4 festões e 4 capacetes, estando um em cada ângulo, em bronze.
































































Nenhum comentário:

Postar um comentário